Atualmente as mulheres tem tido filhos cada vez mais tarde. Com a idade avançada é normal que ocorram dificuldades para engravidar. Um dos maiores problemas é que com o passar dos anos a reserva ovariana cai de produção e qualidade. Nesses casos, é indicado o programa de ovodoação, quando a paciente recebe os óvulos doados de uma mulher mais jovem.


A ovodoação torna-se mais comum em pacientes acima dos 35 anos, porém não é uma regra para atingir uma gravidez. É importante frisar que cada caso deve ser tratado de maneira individual.


Outras doenças ou má formações podem ser citadas como casos que necessitam de ovodoação também, independentemente da idade da mulher.